domingo, dezembro 23, 2007

N A T A L

Dizem que é quando um homem quiser!
-Mas porque é que não queremos?












D e z e m b r o


Se na cidade do Ódio
Eu visse uma casa de Amor

Se na rua da Tristeza
Eu visse uma porta de Alegria

Se nos olhos do Desespero
Eu visse uma lágrima de Esperança

Se no coração do Conflito
Eu visse uma artéria de Paz

Se nos bolsos da Caridade
Eu visse uma nota de Solidariedade

Se no mar da Contradição
Eu visse uma maré de Verdade

Se no País das Promessas
Eu visse razão na Justiça Social



Então... eu tentaria ser feliz

Pelo Natal!

1 comentário:

CresceNet disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.