segunda-feira, setembro 20, 2010

Há sempre uma razão!


É fugir de novo


Enquanto é tempo
Agora que o coração
Tem pernas e os olhos
Têm corpo de fadiga
desta vida mal dormida

É fugir
Enquanto o mar tem
Sal que baste
E ventos de nortada

Passam daqui a nada
por aqui agora



É fugir rápido
Porquanto se julgue e acredite que é hora

É fugir!..fugir
Por aí fora
Sem mais demora

É fugir!
Mas fugir
Para a luta agora


Pois já está
Na hora.



2 comentários:

Amordemadrugada disse...

Olá Luciano! bgda por suas palavras no meu blog!
È fugir agora...sem demora...porque o chão estremece por baixo dos meus pés...é fugir...fugir...até mais não haver...pra fugir!
Boa semana...beso
;)

PRECIOSA disse...

Que belas e sábias palavras, fugir dos medos para alcançar a coragem, viver fugindo, até nos encontrar...
Parabéns poeta...
te sigo com muito carinho. se permites cá estarei sempre a visitar...

Abraços carinhoso

Preciosa Maria